REQUEIJãO DA BEIRA BAIXA - DOp

Denominação de Origem - DOp

Entende-se por "Requeijão da Beira Baixa", o produto fresco, que não sofreu qualquer fermentação, sem casca, de forma tronco cónica e rendilhado característico, que lhe é transmitido pelos tradicionais cestos de verga fina (açafates) ou plástico, onde é colocada a massa para drenar o excesso de rescaldão, massa de consistência macia e textura bem ligada e granulosa, de cor branca e sabor láctico adocicado.

Obtenção do Produto - o "Requeijão da Beira Baixa - DOP" - resulta da precipitação ou coagulação, por acção do calor da lacto-albumina e lacto-globulina existentes no soro resultante do fabrico dos Queijos da Beira Baixa (Queijo de Castelo Branco - DOP, Queijo Amarelo da Beira Baixa - DOP, Queijo Picante da Beira Baixa - DOP).

Características do Requeijão da Beira Baixa - DOP - O produto final apresenta as seguintes características:

Físicas e sensoriais

  • Aspecto - sem casca, ligeiramente granuloso, rendilhado, uniforme ;
  • Forma e Consistência - forma tronco cónica, a consistência é macia e cremosa;
  • Peso - o peso de cada unidade pode variar entre 150 gr. e 400 gr;
  • Textura e Cor - bem ligada e granulosa, fatiável ou untável, lisa ao corte de cor branca;
  • Sabor e Aroma - sabor láctico adocicado , bouquet agradável, fundindo-se a massa fácilmente na boca.

Químicas:

  • Teor de humidade - 60% a 70%;
  • Teor de gordura total - 14 g a 19 g/100 g de requeijão;
  • Teor em cinzas - 1,4 g a 1,8 g/100 g de requeijão;
  • Teor de proteína total - 10 g a 13 g/100 g de requeijão.

Temperaturas de Conservação :

  • No armazenamento - de 0º a 6º C
  • No transporte - de 0º a 8º C
  • No retalhista - de 0º a 6º C.

O uso da Denominação de Origem "Requeijão da Beira Baixa - DOP" fica reservado aos produtos que obedeçam às características estipuladas no caderno de especificações, o qual inclui, designadamente, as condições de produção e conservação do leite, higiene da ordenha, fabrico do produto, o saneamento animal e a assistência veterinária, as substâncias de uso interdito e apenas os produtores expressamente autorizados pelo Agrupamento, a Associação dos Produtores de Queijo do Distrito de Castelo Branco, se comprometam a respeitar todas as disposições do respectivo Caderno de Especificações e se submetam ao controlo a realizar pelo Organismo Privado de Controlo e Certificação - OPC - BEIRA TRADIÇÃO - Certificação de Produtos da Beira, Ld.ª.

Apresentação Comercial - o Requeijão da Beira Baixa apresenta-se pré - embalado na origem, só podendo ser utilizados para o seu acondicionamento, materiais inócuos e inertes em relação ao conteúdo, sendo permitido o acondicionamento em vácuo ou qualquer outra forma que comprovadamente garanta as necessárias condições de conservação do produto. O Requeijão da Beira Baixa deve ser manipulado e conservado de forma a evitar alterações das suas características.

Rotulagem - para além do disposto na legislação geral aplicável sobre rotulagem de géneros alimentícios pré - embalados, devem constar ainda as menções "Requeijão da Beira Baixa - DO" , o nome ou denominação social e morada do produtor, a marca de certificação aposta pelo respectivo Organismo Privado de Controlo e Certificação (OPC), o logótipo de Requeijão da Beira Baixa, o logótipo europeu após decisão comunitária.

Área Geográfica de Produção - a área geográfica de produção das matérias primas e a sua transformação e acondicionamento é, naturalmente, coincidente com a área geográfica de produção dos queijos da Beira Baixa, ficando circunscrita aos Concelhos de : Belmonte, Castelo Branco, Fundão, Idanha -a- Nova, Mação, Oleiros, Penamacor, Proença -a- Nova, Sertã, Vila de Rei e Vila Velha de Ródão e às Freguesias de: Aldeia de S. Francisco, Aldeia do Souto, Barco, Boidobra, Casegas, Conceição, Covilhã, Dominguiso, Ferro, Orjais, Ourondo, Peraboa, Peso, St.ª Maria, São Jorge da Beira, São Martinho, São Pedro, Sobral de S. Miguel, Teixoso, Tortosendo, Vale Formoso e Vales do Rio, do Concelho da Covilhã. 

A área de implantação na Região Agrária do Centro é de 680 258 ha.

Agrupamento de Produtores

APQDCB - Associação dos Produtores de Queijo do Distrito de Castelo Branco
Parque Industrial, Lote 5 6060-182 IDANHA-A-NOVA
Tel.: +351 277 200 230
Fax: +351 277 200 239
E-mail: APQDCB@portugalmail.pt

 

OPC – Organismo Privado de Controlo e Certificação

BEIRA TRADIÇÃO - Certificação de Produtos da Beira, Ld.ª
Rua Ruivo Godinho - Urb. Automecânica, N.º 8 / rch
6000-275 CASTELO BRANCO
Tel.: +351 272 329 843
Fax: 351 272 329 843
E-mail: beiratradicao@gmail.com

todos os produtos


mais informação