MAçã BRAVO DE ESMOLFE – DOP

Denominação de Origem Protegida - DOP
Maça Bravo de Esmolfe

Entende-se por " Maçã Bravo de Esmolfe " o fruto proveniente da cultivar derivada do Malus Domestica Bokh, produzida em região específica.

Características da Maçã Bravo de Esmolfe– DOP - as características das maçãs referentes à qualidade, classificação, calibre, tolerâncias e a apresentação devem obedecer ao disposto no anexo III, do Reg. (CEE) n.º 920 / 89, da Comissão, de 10-04-1989, Jornal Oficial L 97 de 11/04/1989, pág. 19 - 39.

No entanto, só podem beneficiar do uso da Denominação de Origem as maçãs de categoria extra, I e II que se distingam, pelo sabor característico resultante das condições edafo - climáticas da respectiva região de produção.

Em particular e de acordo com a variedade, as principais características organolépticas são as seguintes:

  • Cor – epiderme esbranquiçada, eventualmente com manchas avermelhadas, manchada e ou raiada, de carepa na fossa peduncular, podendo atingir até 20% da epiderme;
  • Aroma e Sabor – aroma intenso, agradável e bastante sui géneris; polpa branca, macia, sucosa, doce, com boas qualidades gustativas;
  • Forma – oblongo – cónica de calibre médio a pequeno.

É reconhecida como Denominação de Origem a denominação tradicional e consagrada pelo uso "Maçã Bravo de Esmolfe". O uso da Denominação de Origem Protegida "Maçã Bravo de Esmolfe - DOP" fica reservado aos produtos que obedeçam às características fixadas e a todas as disposições constantes no respectivo Caderno de Especificações, em que a obtenção do produto deve obedecer às respectivas regras de instalação e condução dos pomares, bem como, as substâncias de uso interdito e as condições a observar na produção, colheita, transporte, calibragem e acondicionamento.

Só podem beneficiar do uso da D enominação de O rigem P rotegida "Maçã Bravo de Esmolfe - DOP" os produtores que sejam expressamente autorizados pelo Agrupamento – FELBA – Centro de Valorização das Frutas e Legumes da Beira Alta., comprometendo-se a respeitar todas as disposições constantes do caderno de especificações e se submetam a controlo a realizar pelo Organismo Privado de Controlo e Certificação (OPC) - SATIVA – Desenvolvimento Rural, Ld.ª.

Apresentação Comercial - a "Maçã Bravo de Esmolfe", deve apresentar-se pré-embalada e rotulada de acordo com a legislação em vigor.

Rotulagem – sem prejuízo do disposto na legislação aplicável sobre rotulagem, dela devem constar ainda, a indicação do calibre e categoria, bem como as menções "Maçã Bravo de Esmolfe - DOP", para além da marca de certificação aposta pelo respectivo Organismo Privado de Controlo e Certificação

Área Geográfica – a área geográfica de produção (produção, tratamento e acondicionamento) está circunscrita aos Concelhos de : Aguiar da Beira, Celorico da Beira, Fornos de Algodres, Gouveia, Guarda, Manteigas, Pinhel, Seia, Trancoso do distrito da Guarda; Covilhã, Belmonte, Fundão, do distrito de Castelo Branco; Arganil, Tábua, Oliveira do Hospital, do distrito de Coimbra; Tondela, Santa Comba Dão, Carregal do Sal, Nelas, Mangualde, Penalva do Castelo, Sátão, Aguiar da Beira, Viseu, S. Pedro do Sul, Vila Nova de Paiva, Castro Daire, Sernancelhe, Penedono, Moimenta da Beira, Tarouca, Lamego e Armamar, do Distrito de Viseu.

A área de implantação na Região Agrária do Centro é de 783 169 ha.

 

Agrupamento de Produtores

FELBA – Centro de Valorização das Frutas e Legumes da Beira Alta
Rua António Augusto Ferreira
Quinta do Fontelo - Gumirães
3 500 – 021 VISEU
Tel.: +351 232 440 556
Fax: +351 232 440 980
E-mail: felba@mail.pt

OPC - Organismo Privado de Controlo e Certificação

SATIVA – Desenvolvimento Rural, Ld.ª
Rua Robalo Gouveia, n.º 1 - 1A
1 900 – 392 LISBOA
Tel.: +351 217 991 100
Fax: +351 217 991 119
Web: www.sativa.pt
E-mail: am@sativa.pt

todos os produtos


mais informação