CABRITO DA GRALHEIRA - IGP

indicação geográfica protegida - IGP
Cabrito da Gralheira

Entende-se por CABRITO DA GRALHEIRA , as carcaças refrigeradas obtidas a partir de animais da raça Serrana. O abate dos animais (machos e fêmeas) é feito até um ano de idade, com um peso inferior ou igual a 10 Kg. As carcaças devem apresentar as seguintes características:

  • peso até 6 Kg, incluindo cabeça e fressura;
  • cor vermelho acastanhado escuro;
  • textura da carne, firme, dura e rígida, muito resistente ao corte;
  • grão , grosseiro e raso;
  • cheiro, sui generis;
  • gordura, amarelada, de distribuição subcutânea escassa e perirrenal abundante, com textura untuosa.

O uso da INDICAÇÃO GEOGRÁFICA « CABRITO DA GRALHEIRA - IGP » obriga a que a carne seja produzida de acordo com as regras estipuladas no caderno de especificações, o qual inclui, designadamente, a identificação dos animais, o saneamento e a assistência veterinária, o sistema de produção, a alimentação, as substâncias de uso interdito e as condições a observar no abate e conservação das carcaças.

Comercialmente , o “cabrito” apresenta-se em carcaças, sem cauda e com o maxilar superior cortado pelo chanfro e os membros sem tarsos. Apresenta-se com pulmões e fígado destacáveis para inspecção, podendo as vísceras sólidas acompanhar a carcaça, embora devam ser embaladas separadamente.

A rotulagem deve cumprir os requisitos da legislação em vigor, onde deve constar as menções «Cabrito da Gralheira – Indicação Geográfica Protegida», para além da marca de certificação aposta pelo respectivo organismo privado de controlo e certificação.

Só podem beneficiar do uso da Indicação Geográfica, os produtores que sejam expressamente autorizados pelo Agrupamento CASSEPEDRO – Cooperativa Agro-Pecuária de S. Pedro do Sul, C. R. L., se comprometam a respeitar todas as disposições do caderno de especificações e se submetam ao controlo a realizar pelo Organismo Privado de Controlo – OPC, que é a A. D. R. L. – Associação de Desenvolvimento Rural de Lafões.

A Área Geográfica de Produção (nascimento, cria e abate dos animais) está circunscrita às freguesias de Albergaria das Cabras, Moldes, Alvarenga, Janarde, Covelo de Paivô e Cabreiros do concelho de Arouca; à freguesia de Arões do concelho de Vale de Cambra ; às Freguesias de Carvalhais, St.ª Cruz da Trapa, S. Cristóvão de Lafões, Valadares, Manhouce, Candal, S. Martinho das Moitas, Sul e Covas do Rio do Concelho de S. Pedro do Sul; à Freguesia de S. João da Serra do Concelho de Oliveira de Frades; às Freguesias de Pendilhe, Touro, Vila Cova à Coelheira, Alhais, Vila Nova de Paiva e Fráguas do Concelho de Vila Nova de Paiva; às Freguesias de Cabril, Ester, Gafanhão, Pinheiro, Ermida, Moura Morta, Gosende, Mezio, Castro Daire, São Joaninho, Cujó, Almofala, Picão, Parada de Ester e Moledo do Concelho de Castro Daire.

A área de implantação na Região Agrária do Centro é de 65 058 ha.

 

Agrupamento de Produtores

CASSEPEDRO – Coop. Agro-Pecuária de S. Pedro do Sul, CRL.
Rua Correia de Oliveira, n.º 447
3660 - 462 S. PEDRO DO SUL
Tel.: +351 232 711 292
Fax: +351 232 712 696
E-mail: cassepedro@mail.telepac.pt

OPC –Organismo Privado de Controlo e Certificação

NORTE E QUALIDADE - Instituto de Certificação de Produtos Agrícolas, Agro-Alimentares, Artesanais e Outros
Rua do Pinhó, N.º 80
4 800 - 875 SÃO TORCATO GMR
E-mail: nq@mail.icav.up.pt
Tel.: +351 253 553 084

todos os produtos


mais informação